Quarta Nacional # 03 - Maurício Gomyde

10 comentário(s)
Bom dia pessoal!!
Hoje é dia de QUARTA NACIONAL, e o escritor de hoje é super simpático, atencioso, e muito - MUITO MESMO - talentoso.



Maurício Gomyde

Maurício, autor de O Mundo de Vidro, é escritor, músico e compositor. Nasceu em São Paulo e desde os 03 anos de idade mora em Brasília. Seu maior sonho, por suas próprias palavras é "ter certeza de que foi bem sucedido no quesito "felicidade" lá no leito de morte".



Maurício, seu nome é Maurício PORTO, ou Maurício GOMYDE? (risos)
Antes de mais nada, gostaria de te agradecer pelo espaço, Rapha. É fundamental para nós, escritores, que haja pessoas assim, que se dedicam a divulgar a literatura nacional.
Bom, esta confusão do nome vou desfazer já com o lançamento da terceira edição do "O Mundo de Vidro". Inicialmente eu respondia mesmo por Maurício PORTO. Mas como sou músico também e todo mundo me conhece como Maurício GOMYDE, resolvi adotar de uma vez por todas assim. Daí acaba que fica uma pessoa só, nada de alter-egos... rs.

De onde surgiu a ideia de escrever O Mundo de Vidro?
Sempre gostei muito de ler, mas só escrevia pra mim. Como acontece com a maioria dos escritores, há aquele receio natural, ou a sensação de que não somos capazes. Até que um dia tive uma idéia, aquilo ficou martelando na cabeça e eu pensei "vou tentar!". Lancei o livro em 2002, mas comecei a escrevê-lo em 2001, após a virada do milênio. Como tinha aquela questão de se o milênio viraria no início de 2000 ou no início de 2001, pensei que isso poderia dar em alguma coisa. A idéia de duas vezes no mesmo momento (a virada do milênio) me pareceu interessante. Contei a história de duas pessoas durante este ano de 2000. Sempre gostei de comédia, e acho que ficou bem legal e divertido.

Você já tem algo novo em mente? Pretende publicá-la?
Sim. Em março publico meu segundo romance, chamado "Infelizes para Nunca". Escrevi em primeira pessoa, que foi um desafio pra mim. Espero que todos gostem.

Tem algum livro ou autor preferido?
Nossa, são tantas coisas boas que há pra ler, que prefiro nem citar alguém especificamente. Acho que o legal da literatura é você passear em todos os estilos, conhecer diversos autores, entender o contexto e a época em que cada história foi escrita. Só não gosto de auto-ajuda e livros "espiritualizados". Nada contra, mas o tempo é menor que a quantidade de livros, então vou só no que me dá prazer mesmo.

Você tem uma banda né? Fala um pouco sobre ela, e aproveite para divulgá-la.
Pois é, sou músico também. Minha banda se chama Superaudio. Temos dois discos lançados. O link pra quem quiser conhecer é o www.myspace.com/superaudiooficial. Atualmente estou envolvido com um projeto-solo em que sou o compositor (letra e música), além de fazer a produção musical e tocar alguns violões e todas as percussões. É com uma cantora chamada Indiana Nomma. Lançaremos o trabalho em janeiro e depois mandarei o link de onte estarão as canções. É um trabalho bem legal, vocês vão gostar!

Você se considera melhor músico ou escritor?
Sou músico há mais tempo. Desde os 15 anos de idade nunca deixei de ter banda. Cresci numa família de músicos. Minha mãe é pianista profissional. Então, naturalmente a música está no sangue. Quanto à literatura, estou me aventurando há não muito tempo. Mas estou adorando, e acho que pra cada uma das duas vertentes há um tipo de abordagem, uma forma de agir. Mas sou um apaixonado pelas letras cantadas e escritas. O que vier a gente traça. rs

Conseguiria se definir em apenas UMA palavra?
Multi.

Deixe alguma mensagem para seus leitores e aos leitores do Doce Encanto:
Gostaria de dizer a todos os leitores (meus e do Doce Encanto) que nunca deixem de conferir o que andam fazendo os autores novos brasileiros. Há muita gente boa e competente por aí. Não se prendam à lista dos mais vendidos da Veja (pra citar um exemplo). Ao entrarem numa loja de livros, não se detenham na gôndola principal (aquela redonda, que fica na entrada). Consultem o fundo da loja, fiquem horas lá dentro. Há muita coisa legal que não tem muito espaço. E não deixem de visitar os blogs feitos por esse pessoal tão legal que divulga de forma tão competente as produções que há por aqui. Parabéns, principalmente à Rapha!

Rapidinhas:
Um autor: Nick Honby
Um livro: Alta Fidelidade
Um momento: Este
Uma música: "Pra Você", da Indiana Nomma (aguardem!!)
Uma pessoa: Todas as que são inspiração pro que eu escrevo e componho.
Um desejo: Viver hoje sempre bem melhor do que ontem e muito pior do que amanhã.



Seu Livro:
Até onde pode ir a paixão de uma pessoa por outra? Como, quando e por que começa? Até que ponto pode-se cometer alguma loucura para fazer parte da vida de alguém? Quais as consequências da paixão avassaladora incompreendida? Nesse seu primeiro e hilariante romance, Maurício Gomyde retrata o cotidiano de um cidadão normal como tantos que se vê por aí em qualquer canto, tentando responder estas aparentemente simples perguntas. Passeando com extrema facilidade tanto pela liguagem refinada e sutil quanto pela tosca, Maurício Porto nos brinda com um livro de leitura fácil e extremamente agradável.




  
Pra quem quiser comprar o livro desse incrível escritor é só entrar em contato com ele pelo e-mail: omundodevidro@gmail.com 
Ele manda o livro a preço de custo, então peça JÁ o seu! ;D

E confiram o myspace do SUPERAUDIO: http://www.myspace.com/superaudiooficial
É muuito bom. Super recomendo!! *-*

Beeijos, e espero que vocês tenham gostado!

;***
 

10 comentários:

•*♥*• Sanzinha •*♥*• disse...

Oi, Rapha!

O Maurício é mesmo super gente boa, né?
Já recebi o livro dele e estou doida pra começar a ler.
Adorei a entrevista!

Beijo grande!

Kel disse...

Adorei conhecer esse autor. Parabéns pela entrevista. bjs

Mariana Ribeiro disse...

Oi Rapha, adorei a entrevista com o autor e fiquei curiosa para ler o livro O Mundo de Vidro. Parece ser bem interessante. Bacana esse espaço para que a gente possa conhecer melhor os novos autores nacionais.
Bjos.

PS: Adorei ver o banner do meu livro aqui no blog. Tomara que seja publicado em 2011!
:)

Entre Fatos & Livros disse...

Maurício é mmo mto simpatico. Adoro encontrar escritores assim!

Estou doida para ler o livro dele! *.*

BjoO
Pri
Entre Fatos & Livros

Raphaela disse...

Pessoal chegaram os livros dele *------*
To doida pra ler!! ;D

Beeeijos ;*

cristiana disse...

Adoro os escritores nacionais!
gostei muito da entrevista, legal ele ser musico também =P vários talentos.
Abraços

Robson Bat disse...

Muito boa a entrevista!
Parabéns!
Você vai adorar o livro. Já fiz uma resenha sobre ele no Skoob.
Bjs

jean disse...

coração!
ficou mto bom, até eu vou ler o livro :P ehuehue
e ele realmente parece ser bem simpatico, espero q não muito né? :X ehuheh
brincadera ;)

parabéns por td paxão
t amo
bjo =*

Raphaela disse...

Logo logo terá resenha pra vcs! ;D

beeijos pessoal!

Mayara Pongitori disse...

Fico tão feliz em ver mais autores brasileiros aparecendo!

Espero sua resenha para conhecer melhor o estilo do Mauricio.

=**

Postar um comentário

Olá, muito obrigada pela visita!
Aproveite e deixe sua opinião a respeito do post, vou adorar! ;)

Para que eu possa responder seu comentário, deixe seu twitter, facebook, e-mail, ou qualquer outra forma de contato rsrs :D

Beijos e volte sempre :*