Identidade Roubada, de Chevy Stevens

19 comentário(s)
Autor: Chevy Stevens
Editora: Arqueiro
Nº de Páginas: 254

Sinopse: Era para ser um dia como outro qualquer na vida de Annie O’Sullivan. A corretora de imóveis levanta da cama com três objetivos: vender uma casa, fazer as pazes com a mãe e não se atrasar para o jantar com o namorado. Naquele domingo, aparecem poucas pessoas interessadas em visitar o imóvel. Quando Annie está prestes a ir embora, uma van estaciona diante da casa e um homem sorridente vem em sua direção. A corretora tem certeza de que será seu dia de sorte. Mas o inferno está apenas começando. Sequestrada por um psicopata, Annie fica presa durante um ano inteiro em um chalé nas montanhas, onde vive um pesadelo que deixará marcas profundas.
Annie O’Sullivan sempre foi uma guerreira: na infância perdeu seu pai e sua irmã em um acidente de trânsito fatal, e logo após passou a conviver com uma mãe alcoólatra.
Mesmo assim Annie nunca desistiu de viver: arrumou um bom emprego  - mesmo sem um diploma universitário, ela conseguira um bom emprego como corretora de imóveis, tendo recebido vários prêmios por seu desempenho – comprou uma casa, que por sinal ela amava, e tinha uma um namorado.
Assim ela seguia em frente, levando sua vida, até que em um “belo” domingo algo totalmente irreal aconteceu com Annie, ela foi seqüestrada.
“Eu não tinha como me proteger, nem como sair. Era preciso me preparar para o pior, mas eu nem sabia o que o pior poderia ser.”
Porém aquilo não foi um seqüestro “comum”, onde o seqüestrador pede resgate e logo após solta a vítima, ela foi seqüestrada por um maníaco, um psicopata... Annie não sabia, mas passaria os próximos 365 dias de sua vida sendo agredida, estuprada, violentada e torturada tanto física como psicologicamente. Teria horários certos para comer, tomar banho e ir ao banheiro. Sim, Annie só poderia usar o banheiro em horários pré-estabelecidos pelo seu seqüestrador.
“– Você terá permissão para ir ao banheiro quatro vezes por dia. Esses momentos serão vigiados, e a porta deverá ficar aberta. Falando nisso... – ele consultou o relógio - , está na hora da sua primeira visita ao banheiro.”
Após esse um ano vivendo no inferno eis que surge uma única oportunidade de escapar, e Annie não a desperdiça!
Mas se engana quem pensa que o problema terminou aí. Como voltar a ter uma vida normal após um trauma desses? Como trabalhar? Como dormir a noite? E as crises de pânico? E o medo constante?
“ Ah! E, caso queira saber, não, nem sempre fui uma pessoa amarga.”
Gente, é impossível acreditar que esta obra incrível foi o primeiro livro escrito por Chevy Stevens, porque ele é simplesmente GENIAL!!!
O livro é narrado em primeira pessoa, e tudo é tão real que chega a ser assustador. Vi Annie sendo seqüestrada, estuprada e torturada e senti taaanta angústia, que cheguei a pensar que explodiria.
Não teve nada de diálogos maçantes e superficiais, tampouco descrições exageradamente detalhistas, tudo se encaixou, as palavras certas, as conversas certas.

E o final?! Minha nossa, que final foi aquele? Surpreendente? Inimaginável? Não não: inesquecível!
Com certeza se tornou um dos meus favoritos, não apenas desse ano, mas de todos os que li até hoje.
Mais que recomendo! :)
 
Para encerrar a resenha só quero dizer três coisas: Leiam, leiam e leiam!!!

Compre: Saraiva
Adicione o livro na sua Estante do Skoob: clique aqui.
Quer conhecer outros lançamentos da Arqueiro Editora? Acesse:
http://www.editoraarqueiro.com.br/

19 comentários:

Mireliinha disse...

Rapha,
esse livro parece ser bastante envolvente e forte...
E mesmo não sendo o meu gênero favorito, por eu me envolver muito com a história, digo a você que estou com muuuuuita vontade de ler!

:*
Mi
Inteiramente Diva

Kaah'riny - disse...

Nossa, primeira resenha que leio desse livro. *-*
Assim que foi lançado eu não fiquei com vontade de lê-lo. Mas depois da sua resenha, quero ler o mais rápido possível, parece ser muito bom! E a história é bem diferente, e assustadora até. haha' me assustei um pouco até com a resenha! Mas fiquei super curiosa pra saber como tudo isso termina.

Bjuu' (:

Juan disse...

Li várias resenha elogiando o livro, a estória parece ser muito interessante, esse com certeza é um livro que está na minha lista de desejados. Boa resenha.

http://sempre-lendo.blogspot.com/

Abraços
Juan

Aninha disse...

Rapha, eu li essa resenha esses dias e este livro parece mesmo ser muito bom. Eu até perguntei para a outra blogueira se o livro mostrava essas cenas fortes, e pelo jeito mostra. Não que eu goste, mas acho que isso da veracidade ao ali né?
Excelente Resenha!!
beijos, sua linda
Ana
www.euleitora.com.br

Julia G disse...

Rapha, desde que vi esse livro como lançamento tive vontade de ler. As resenhas que tenho lido e a sua, principalmente, me fizeram ter necessidade de ler.

Vou até dar uma olhadinha nele nos sites ;x

Beijos
Conjunto da Obra

Aline Gasparini disse...

Ah, vi tantas criticas positivas sobre esse livro. Mas também vi várias citando que o livro é meio pesado :S Ao mesmo tempo que estou com vontade, também estou com medo de ler 'Haha. Enfim, adorei a resenha xD

Beijos&beijos
Book is life

João Victor disse...

Oi ..

Nossa, eu já tenho o livro aqui comigo e estou muito ansioso para ler. Sua resenha me deixou com mais vontade de ler ainda, rs. O livro parece ser realmente muito bom.

Ótima resenha mesmo!

Beeijos,
João Victor
http://amigodolivro.blogspot.com/

Kivia Nascentes disse...

Estou muito afim de ler esse livro, parece ser super tensoo!!
De todo mundo fala muito bem dele! Ai são pontos a mais né?!

beijos!

Jovens Leitoras disse...

Já li várias resenhas positivas desse livro e morro de vontade de ler!
Adoro essa coisa de sequestro em filmes, em livro então deve ser melhor ainda!!
Adorei a resenha :D

Beijos (:

Mariana Ribeiro disse...

Olá, Rapha!
Adorei a sua resenha!
Ainda não tive a oportunidade de ler este livro, mas percebi pela sua opinião que deve ser mesmo imperdível e bem comovente. Me fez lembrar um filme que já assisti que se chama Um olhar no paraíso, mas só em alguns aspectos rs
Bjos.

Mariana Ribeiro
Confissões Literárias.

Entre Fatos & Livros disse...

Concordo! O livro é mesmo gênial!
Eu fiquei boba com o desenrolar da história e quando o leitor pensa que o mais chocante já passou, chega uma nova bomba. É um dos meus favoritos, agora.

Super recomendável!

BjoO
Pri
Entre Fatos e Livros

Roberta Spindler disse...

O livro parece ser imperdível! Ótima resenha!

Paloma (blog AP) disse...

Ih, Rapha, já tinha vontade de ler o livro só pela capa, nunca tinha lido nem a sinopse, mas gostei muito! Parece bem intenso e, se for tão bem escrito quanto você fala, só pode ser maravilhoso. Lerei, prometo! E adorei a resenha.
Beijos

Tullia Maria disse...

Rapha... Agora você me deixou curiosa...
Quantas reviravoltas na vida da personagem, né??
Vou adicionar o livro à minha estante!!
Beijoo

Adriana Vargas de Aguiar disse...

Olá querido!
Preciso disso! Estou intoxicada de sentimentalidade.
Passa lá no blog para conferir o post que fala sangrando... De amor por um mortal"
bj

Giu Fernandes disse...

Oii Rapha,
nossa, adorei sua resenha! O livro deve ser muito muito bonito! :)
Beijos!

Fábrica dos Convites disse...

Eu quero este livro pra mim! Estou louca para ler. Bjs, Rose.

Mayara Pongitori disse...

Adorei, adorei a resenha, Rapha!

É do tipo de livro que me conquista, quero muito ler.

Ow, te mandei e-mail, viu?

=*

Isabelly disse...

Rapha, adorei a sua resenha. É a primeira resenha que eu leio sobre esse livro, e só me fez ficar com mais vontade de ler ele.

Beijos,
Bells - Just a Girl

Postar um comentário

Olá, muito obrigada pela visita!
Aproveite e deixe sua opinião a respeito do post, vou adorar! ;)

Para que eu possa responder seu comentário, deixe seu twitter, facebook, e-mail, ou qualquer outra forma de contato rsrs :D

Beijos e volte sempre :*