[Foi Pra Telona] O Hobbit: Uma jornada inesperada

10 comentário(s)
Boom diia, povo lindo!! Peço desculpas mais uma vez pela falta de posts de semana passada, essa semana estou me organizando melhor (se tudo der certo faço um post sobre isso :D) e acho que vai dar pra postar nos dias certinhos ^^

Hoje teremos mais um "Foi Pra Telona", feito com muito carinho pela Rô Spindler. Espero que curtam :D

Foi Pra Telona: Coluna feita mensalmente pela escritora Roberta Spindler, com indicações de filmes incríveis baseados nos nossos amados livros. 


Bilbo Bolseiro vive uma vida tranquila no Condado. Um dia, Gandalf, o cinzento, aparece à sua porta e lhe promete uma aventura. Na companhia de vários anões, eles partem para a Montanha Solitária com o intuito de recuperar o reino de Erebor, roubado por um dragão chamado Smaug.

O Hobbit, de J. R. R. Tolkien, foi publicado pela primeira vez em 1937 e logo ganhou destaque e reconhecimento. Com o sucesso da saga O Senhor dos Anéis no cinema, era apenas uma questão de tempo para que o livro que iniciou a jornada pela Terra Média também fosse adaptado.

Retornando à direção depois que Guillermo Del Toro deixou a vaga, Peter Jackson assumiu as rédeas da saga, que seria contada inicialmente em dois filmes. Algo parece ter mudado a opinião do diretor, pois alguns meses antes da estreia de O Hobbit: Uma Jornada Inesperada, Peter anunciou que transformaria a história de Bilbo em uma trilogia.


O primeiro filme cumpre bem seu papel. Não há como negar que é muito bom retornar àquele mundo fantástico criado por Tolkien e rever rostos conhecidos como Gandalf (Ian Mckellen), Frodo (Elijah Wood) e Galadriel (Cate Blanchett). Os novos atores também não decepcionam. Martin Freeman está muito bem como Bilbo, dosando insegurança e comicidade na medida certa. Entre os anões, vale destacar a ótima interpretação de Richard Armitage como Thorin Escudo de Carvalho.
O filme é divertido, mas é visível que foi esticado para que a ideia de uma trilogia pudesse se concretizar. O início é longo demais e algumas cenas se estendem de maneira desnecessária. Apesar disso, a película funciona bem. Há momentos incríveis, principalmente aquele das charadas no escuro, onde encontramos um personagem bem conhecido.  
Vemos que Peter Jackson quis dar um ar mais épico à obra de Tolkien, que é um livro para crianças. Acredito que foi uma opção acertada já que mantém o clima da primeira trilogia no cinema.O roteiro fez algumas alterações no texto do autor, há a inserção de trechos encontrados somente em apêndices e anotações, como toda a trama envolvendo o IstariRadagast.

No fim, O Hobbit é um bom filme que merece ser visto. Ainda é fantástico visitar a Terra Média, o encanto nos prende à cadeira. No entanto, três filmes sobre um livro com 297 páginas parece um exagero.
Roberta Spindler nasceu em Belém do Pará, em 1985. Graduada em publicidade, trabalha como editora de vídeos. Nerd confessa, adora quadrinhos, vídeo games, livros e rpg. Escreve desde a adolescência e é apaixonada por literatura fantástica. Teve seu primeiro livro, Contos de Meigan – A Fúria dos Cártagos, publicado pela Editora Dracaena em dezembro de 2011. Além disso, publicou nas antologias Psyvamp e Deuses, da Editora Infinitum, e Tratado Secreto de Magia – Vol. II, da Editora Andross.

10 comentários:

Carol disse...

Adorei a coluna =)
Eu amei o filme, não posso negar e assim teve umas sensações semelhantes a tua...
Para mim O Hobbit não merece apenas ser visto... mas não sei... admirado sabe?!!!

hahaha

Beijos,
Carol e seus livros.

Paola Patricio disse...

Eu não li o livro... Espero ver o filme e não achar cansativo...

Beijos
http://plantaoonline.blogspot.com.br

Alyne Lemos disse...

Quero muito ler O Hobbit mas ainda não pude!

Beijos.
Páginas na Estante
@alyneadriana

Jessica Mendes disse...

Um filme que eu perdi U_U eu estava louca para ver e acabei perdendo =/
Rapha, que bom que você está conseguindo se organizar, eu também estou aos poucos me organizando com essa situação de estudos, trabalhos... E sobre o post, você pode escrever um no seu blog também viu? Afinal de contas: quem é que não tem algum vício de consumo não é? hahahahhahaa o seu eu não preciso nem perguntar.
http://www.valeuapenaesperar.com/

Entre Fatos & Livros disse...

OI Roberta e Rapha!
Quanto tempo. Eu estava fazendo o novo layout do blog e acabei ontem. Depois passa lá para dar uma olhadinha e me dizer se está abrindo tdo direitinho ou dando erro em alguma coisa.

Ah, ainda não li nada de Tolkien. Chega a ser uma vergonha, mas é verdade. Ainda bem que a adaptação não decepciona, pois só ouço elogios sobre o livro. Três filmes para um livro é exagero sim, mas tb é sinal que um livro deu mais pano para manga q mtas sagas por aí.

BjoO
Pri
Entre Fatos e Livros

Tacy Barbosa - Radar Mexeriqueiro disse...

Adorei o post... Vc me perguntou de onde era uma foto que estava em meu post (http://radarmexeriqueiro.blogspot.com.br/2013/03/inspiracao-da-semana_11.html). Essa foto é da Melina Souza do a series os serendipity. Bjs
http://radarmexeriqueiro.blogspot.com.br/

Paloma disse...

Como não assisti ao filme no cinema vou ler o livro primeiro, que descobri ser para todas as idades...

Bye da Pah
Livros Estrelas

Julia G disse...

Acredita que eu nunca li nada do autor? Sei que estou atrasada, todo mundo gosta bastante dessas historias, mas eu não me animo em ler, principalmente porque tentei assistir o senhor dos anéis e não consegui, achei chato. Espero conseguir gostar, mesmo.

Beijos

Paloma Viricio disse...

Nahim...estou louca para ver esse filme e mais ainda para ler o livro. Gostei dos pontos que a Roberta destacou, também acho exagero três filmes...o negócio é que querer lucrar com tudo.
Beijinhos!
Paloma Viricio- Jornalismo na Alma

Gisela Menicucci Bortoloso disse...

Quero muito ver este filme, pois só vi resenhas positivas sobre ele. Já li o livro, que por sinal achei o melhor que os 3 da trilogia do Anel.
vamos ver se tenho a chance de ver o filme.
Abraços,
Gisela
@lerparadivertir
LerparaDiverir

Postar um comentário

Olá, muito obrigada pela visita!
Aproveite e deixe sua opinião a respeito do post, vou adorar! ;)

Para que eu possa responder seu comentário, deixe seu twitter, facebook, e-mail, ou qualquer outra forma de contato rsrs :D

Beijos e volte sempre :*