Cabra Cega, de Sheila Mendonça

22 comentário(s)
Autor: Sheila Mendonça
Editora: Clube de Autores
Páginas: 93
Sinopse: Clara e Gustavo se conhecem, em um Clube de Curitiba, quando ela estava pensando em viajar, antes de começar a fazer faculdade, e então se apaixonam e casam, assim, a vida de Clara muda rapidamente. E literalmente a mudança é radical, pois Gustavo se revela um homem agressivo, ciumento, possessivo, violento, ardiloso e perspicaz, com isso transformando a vida dela numa constante surpresa e esconde-esconde. Não somente de comportamentos como também de cidades. Com o intuito de não criar laços com ninguém e, principalmente, de não deixar que a família de Clara saiba onde ela está, você vai acompanhar Cabra Cega sem ter a certeza de até quando aquela cidade fará parte dos planos de Gustavo. Em Cabra Cega acompanhamos os escondidos.
Cabra Cega conta a história fictícia de Clara e Gustavo.

Clara estava concluindo o colegial quando conheceu Gustavo, um estudante do último ano de Medicina. Bonito, inteligente e elegante, logo conseguiu conquistar o coração da ingênua Clara. Os dois ao se conhecer já se apaixonaram e passaram a viver um sonho: assim que Gustavo de formasse, casariam.

A família de Clara nunca foi a favor de o casamento acontecer tão rápido, e com um rapaz tão misterioso – sem emoções ou qualquer tipo de simpatia - mas diante do amor e da felicidade da filha, nada fizeram para impedir que se casassem.

Porém tão pouco o casamento aconteceu, as coisas mudaram, a começar pela cidade onde residiam Clara e Gustavo. Eles que viviam em Curitiba, mudaram-se para Ouro Preto, em Minas Gerais. Foi aí que Clara percebeu que seu grande sonho havia se tornado o seu maior pesadelo: Gustavo sempre muito ciumento passou a agredí-la, proibiu que saísse de casa, que conversasse com os vizinhos e que mantivesse contato com sua família!

Ela estava sendo mantida presa em sua própria casa e pior, pelo seu próprio marido. Até quando Clara agüentaria?

O livro, apesar de pequenino (menos de 100 páginas) é super intenso!

Ele traz a tona um assunto muito delicado, a violência doméstica.

Antes de iniciar a resenha fiz uma rápida pesquisa a respeito disso, e descobri um dado alarmante: A cada 2 minutos, 5 mulheres são espancadas no Brasil!!

Ler o livro e saber que todo o sofrimento e humilhação que Clara passou é a realidade de milhares de mulheres no Brasil, foi sufocante. Eu sempre me perguntei “Porque tem mulher que não denuncia logo?”, mas lendo o livro deu pra entender melhor como essas mulheres ficam expostas, fragilizadas, o psicológico fica totalmente abalado. Se você conhece alguém que está passando por essa situação, denuncie, antes que acabe em uma tragédia.

She, parabéns pelo livro, é muito bom!
Muito obrigada pela oportunidade e confiança que depositou em mim e no Doce Encanto. Sucesso sempre!!!

Bom galera, livro super recomendado!

Saiba mais sobre Violência contra a mulher: 

Beeeijos ;*

22 comentários:

Márcia Paiva. disse...

Infelizmente é a realidade de muitas mulheres, não só no nosso País, mas no mundo todo. As mulheres que passam por esse tipo de violência tem que denunciar. Este livro é um que com certeza terei em minha estante. Adorei a resenha. Beijão.

Fernanda Faria disse...

Vendo de fora parece que abandonar o marido é uma coisa fácil, mas não estamos no lugar delas para saber o que realmente acontece.
É uma verdade triste.
O livro é curtinho mesmo, hein!?

Beijos

Colina do Tordo

She disse...

Oi minha querida Rapha, adoro ver a reação de vocês e ler as resenhas. Como te falei a violência física as vítimas são mulheres por questões óbvias, mas existem tb outros tipos de agressões que são: as dependências emocionais, psíquicas... E dessas alguns homens tb são prisioneiros. Obrigada, viu?! ;)
Beijo, beijo!

Oi Márcia Paiva, prazer! Que bom que gostou, obrigada e beijo, beijo!

She

Jovens Leitoras disse...

O livro parece ser bem tenso. Ainda mais por tratar da realidade de muitas mulheres né?!
Eu penso como você pensa, ou pensava, que essas mulheres deveriam denunciar logo... mas preciso ler o livro pra ver que não é tão fácil assim né?!
Adorei a resenha, espero poder ler o livro um dia (:

Bjs.

She disse...

Pessoal, ponto de venda do meu livro Cabra Cega:

http://sherimendonca.blogspot.com/p/livros_15.html

Que bom que estão gostando do livro! ;)

Beijo, beijo Rapha (desculpa abusar e responder), Fernanda e Jovens Leitoras!
She

Mireliinha disse...

O livro parece ser tenso...
Mas acho legal a iniciativa de trazer temas assim a tona!

Parabéns pela resenha!

:*
Mi
Inteiramente Diva

Mireliinha disse...

O livro parece ser tenso...
Mas acho legal a iniciativa de trazer temas assim a tona!

Parabéns pela resenha!

:*
Mi

Mayara Pongitori disse...

É uma pena o que esses homens fazem, e algumas mulheres serem covardes. Tudo bem que elas ficam abaladas, mas nem todas se deixam levar apenas por medo. E falo de um modo geral, de uma coisa mais "simples" a algo bem sério, como o da personagem.

Queria ler Cabra Cega!

Bjo!
May
It Cultura

Rapha disse...

Meninas que bom que vcs gostaram da resenha e se interessaram pelo livro, sabem porque??
Vai rolar sooorteio!! :D

Logo em breve ^^

Beijocas

Adriana Brazil disse...

Oi Rapha!
Eu li o livro da Sheila e o tema realmente me surpreendeu, resenhei ele tb no meu blog, e é legal que livros retratem o cenário da nossa realidade.
bjks
Dri

She disse...

Uebaaaaaaa! Sorteio, ADORO!
Beijo, beijo em todas e obrigada!
She

Déia disse...

Muito interessante e importante este tema, que deve ser mais discutido na nossa sociedade. Ótima iniciativa da autora!

Luiz Vicente disse...

Obrigado pelo comentário no meu blog,

Fábrica dos Convites disse...

Infelizmente uma história que acaba acontecendo em nossa triste realidade. Bjs, Rose.

Gisele Galindo ou simplesmente Gi. disse...

Qd o problema não é nosso é mt difícil nos colocarmos realmente no lugar de quem o vive. Por isso, julgar, opinar esses assuntos se torna delicado demais. Mas, uma coisa não posso deixar de sentir: revolta.

Bela resenha, Rapha!

Sucesso para a autora!!!!

;)

bjs***

Kerlynha Maciel disse...

Gente eu quero ler esse livro o mais rápido possível! =0
Eu adoro esse tipo de história, e tbm pq eu estou precisando conhecer mais autores tupiniquins. ;)

Beijos Rapha!
;**

Deputamadre

Ps.: Desculpa o sumiço, é que além de uns probleminhas... meu pc resolveu dar o pira! Mas já estou de volta. =D

Adriana disse...

Rapha! Esse tema é um tema realmente forte, mas que acontece no mundo todo né, a violência doméstica taí do nosso lado e é sempre bom lermos um livro assim! A resenha tá maravilhosa viu!!!

Luana Farias disse...

Eu já li esse livro e simplesmente amei foi super legal mesmo a experiencia. Bah foi a primeira vez que li um livro de narrativa corrida, mas adorei.

Bjs

Samantha M. disse...

Yay! Fiquei super afim de ler este livro! *-*
Realidade + ficção. :~


Samantha M.
Word in my bag.

Rapha disse...

Gente, o mais triste é isso mesmo, saber que esta estoria é a realidade de mta gente ;/

Vale a pena ler!!

Beeijocas

Ana Luiza Rosa disse...

Adorei a resenha Rapha! Apesar de que não leio muitos livros assim, tive um grande interesse despertado agora, em lê-lo este tema deve ser difícil de ser tratado, mais parece que a autora soube bem buscar isso! :)
Infelizmente esse fato é uma base de coisas reais, que são tenebrosas, e as vezes pessoas das quais convivemos sofrem assim e não sabemos!

beijo,
Aninha - Ofício dos Livros

Ana Luiza Rosa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Postar um comentário

Olá, muito obrigada pela visita!
Aproveite e deixe sua opinião a respeito do post, vou adorar! ;)

Para que eu possa responder seu comentário, deixe seu twitter, facebook, e-mail, ou qualquer outra forma de contato rsrs :D

Beijos e volte sempre :*