[Fique Por Dentro - Parte II] Entrevista: Babi Dewet

15 comentário(s)
Bom dia pessoal!!

Ontem foi ao ar a 3ª Edição do "Fique Por Dentro" que falou sobre Fanfic. Impossível é falar em Fanfics e não lembrar de Babi Dewet, autora do livro Sábado à Noite. A Tullinha (@TulliaMaria) não perdeu tempo e fez uma entrevista mara com essa fofura de pessoa, confiram:




25 anos de puro talento e versatilidade, se alternando entre as funções de professora, empresária, blogueira e escritora. Esta é Barbara Dewet de Assis Ribeiro, mais conhecida como Babi Dewet. Capricorniana e apaixonada por séries, essa carioca conquistou um grande número de leitores com Sábado à Noite, seu primeiro livro, que surgiu a partir de uma Fanfic de sucesso. Enquanto prepara a nova edição de SAN e o booktrailer da obra, Babi deixa claro que muitas surpresas ainda estão por vir. Nesta entrevista, concedida ao Doce Encanto, a escritora fala sobre Fanfics, seu relacionamento com os fãs e o Codex de Ouro, prêmio que recebeu em 2011. Aproveitem para conhecer um pouco mais dessa Sonserina apaixonada por McFly. 



Conte-nos um pouco sobre Babi Dewet. 

Sou uma garota simples, capricorniana, que gosta de coisas e pessoas engraçadas. Tenho 25 anos, adoro ler e assistir a séries de TV. Tenho um curso de apoio e reeducação para adolescentes, inclusive os com dificuldade de aprendizado. 


Quando se fala em autores ligados ao mundo das Fanfics, um dos primeiros nomes que vem à mente é Babi Dewet. Como foi o início dessa relação? Quando você começou a escrever as Fanfics? Quais eram as temáticas? 
Obrigada! Comecei bem cedo, logo depois que li Harry Potter e descobri o mundo da internet. Participava de fóruns e grupos onde a gente fingia ser personagens e montava RPGs da história. Foi um passo para começar a escrever minhas próprias idéias pros personagens da JKRowling. Sites de fanfic estavam começando a serem populares na época e foi uma enorme descoberta, poder fazer parte desse novo mundo. Comecei escrevendo fanfics D/G (que significa o casal Draco/Gina) e depois de um tempo parti pros meus próprios personagens. 


Você teve dificuldade para dar continuidade ao enredo das Fanfics? Quais os maiores problemas que você enfrentava? 
Não era difícil, já que eu normalmente imaginava o começo e o fim das histórias. Eu costumava escrever muita coisa sem parar! 


Como surgiu o enredo de Sábado à Noite? O que te inspirou e motivou a escrevê-lo? 
Estava conversando com uma amiga sobre histórias que gostaria que acontecessem comigo e, como fã de músicos e tudo mais, imaginei a cena final de Sábado à Noite. Na hora eu sabia que seria legal criar personagens pra contar o que acontecia. Aconteceu de forma muito natural! Estava inspirada por Harry Potter, Os Três Mosqueteiros e filmes High School da época. 

Qual foi a parte mais difícil de transformar uma Fanfic em livro? 
A adaptação dos personagens! Você precisa recriar nomes, histórias, características, etc, uma vez que Sábado à Noite foi escrito como fanfic alternativa, onde você coloca seu nome e o nome dos seus amigos para ler a história online. Isso também acarretou problemas na descrição, já que como a pessoa lia como ela mesma, não era muito necessário. 

Com qual dos personagens de SAN você mais se identifica? 
Hmmm complicado, acho que coloquei um pouco de mim e dos meus amigos neles. Mas acho que fico com o personagem do Bruno, o meu preferido. 

SAN foi lançado de maneira independente. Quais as maiores dificuldades de divulgar um livro que não foi lançado por uma editora? O fato de ser blogueira ajudou? 
Divulgar um livro sozinha é difícil. Contei, graças a Deus, com a ajuda de muita gente legal que topou ler meu livro e falar sobre ele. Quando pensei que poderia lançar independente, abri meu blog pra contar sobre mim e sobre minha história. Isso me transformou em blogueira e fez com que os leitores tivessem afinidade comigo, o que me ajudou demais na hora de divulgar meu próprio livro. Autor precisa colocar a mão na massa! Com editora ou sem. 

Você escreveu outras Fanfics. Já pensou em transformá-las em livros também? 
Escrevi muitas outras fanfics, mas nenhuma com uma história tão amarradinha como Sábado à Noite. Acho que com as outras não daria certo! 

Você foi uma das fundadoras do McFly Addiction. Quando criou o site, poderia imaginar que ele lhe traria tantas coisas boas? 
Não! Na verdade a gente criou o site porque sempre gostávamos de postar fotos, passar informações e falar das coisas que a gente queria. Nossa intenção maior era divulgar o McFLY no Brasil e a gente se esforçou muito pra isso, na época que ninguém o fazia. Foi incrível! A gente se divertiu muito, fizemos muitos amigos e ainda pudemos dar força pra banda que a gente gosta. Não tem coisa mais legal! 

Atualmente, você possui uma Fanfic favorita? Que sites de Fanfics são os seus preferidos? 
Uma vez ou outra eu baixo lá no Fanfic Addiction (claro!) pra ler algo novo. Mas muito raramente, ultimamente eu não tenho tido muito tempo! Por isso nem tenho uma fanfic favorita... Gostava de “Give me Novacaine”, que nem terminei de ler e nem sei se finalizou, por exemplo! Haha 

Roberto Laaf, idealizador do CODEX de Ouro,
e Babi Dewet, ganhadora na categoria Voto Popular
em 2011.
Em 2011 você ganhou o Codex de Ouro na categoria Voto Popular. Como é receber esse importante retorno do público? 
Nossa, foi incrível! Receber o prêmio foi uma surpresa! No momento em que iriam anunciar, eu estava conversando com meu amigo e ele me cutucou tipo "te chamaram" e a Lycia Barros, que apresentou, disse que eu iria lá ler o nome do vencedor, como apresentadora também. Daí fui toda contente, ainda chocada, pra ler o nome do meu próprio livro. Foi emocionante, fico arrepiada até agora! E saber que meu livro foi votado - e bem votado! - é ainda mais incrível. Às vezes eu nem acredito! 

Você já anunciou que SAN será publicado pela editora Évora. Em meio a tantas propostas, o que te fez optar por ela? O que podemos esperar dessa nova edição de Sábado à Noite? 
Eu realmente recebi outras propostas e a Évora foi a escolhida pela forma que me trataram, pelo plano de marketing e pela liberdade que eu teria para cuidar do meu livro. Isso é muito importante pra mim. Conheço meus leitores e quero sempre o melhor pra eles! Estamos preparando uma nova edição com cenas extras, erros corrigidos, uma capa um pouco diferente... Estou fazendo meu melhor e tem dado muito trabalho! Hahah espero que os leitores gostem! Eu li todas as resenhas e todas as críticas que fizeram e acabei colocando no texto um pouco do que os leitores queriam. Então acho que será uma boa surpresa pra quem já leu, tentar relê-lo! 

Recentemente você também realizou as gravações do booktrailer de SAN. Foi difícil selecionar os atores?
Alguns já estavam pré-selecionados. Foram tipo "se um dia tiver algum vídeo de SAN, eles farão parte" e tudo mais. Outros foram bem mais complicados porque eu queria manter o clima do personagem, ao mesmo tempo que colocá-lo o mais real possível. Tivemos um pequeno contratempo também porque duas das atrizes que gravaram no primeiro dia, não puderam ir no segundo, então tivemos que regravar cenas e arrumar rapidamente meninas pra substituir! Foi uma corrida, mas acho que chegamos em algo super legal! 

Pelos vídeos que você já divulgou, deu para perceber que o clima das gravações foi ótimo. Você ficou satisfeita com o resultado? 
Fiquei muito satisfeita! Claro que, como primeiro vídeo e primeira tentativa, a gente aprendeu muito e pretende fazer melhor no futuro. Mas fiquei muito feliz, a gente se divertiu demais e foi tudo muito amigável e descontraído! Todo mundo foi fantástico! 

E sobre os projetos futuros, o que você pode adiantar? Livros novos? 
Teremos SAN 2 e 3 no futuro e outros livros sobre músicos gatinhos e garotas esquisitas! Adoro, adoro! Aguardem! 

Babi, muito obrigada por conceder essa entrevista. Deixo o espaço para você mandar um recado para os leitores do Doce Encanto e, quem sabe, falar porque SAN é um livro imperdível. 
SAN é imperdível. Acredite em mim. É uma história fofa, cheia de altos e baixos, com muitos carinhas bonitos, meninas populares e música! Claro que sou suspeita pra falar, mas eu gostaria que você, leitor do Doce Encanto, desse uma chance pro Daniel, Bruno, Caio, Fred ou Rafa conquistarem seu coração! Senão, os mascarados do baile podem fazer isso por eles, não se preocupem! 

Obrigada pelo espaço, é sempre maravilhoso poder falar do meu trabalho, inclusive com perguntas tão inteligentes e criativas! Obrigada, obrigada! 

Bate-Bola

Nome completo: Barbara Dewet de Assis Ribeiro
Data de aniversário: 30/12/1986
Cor favorita: Azul e cinza (Y)
Comida preferida: Miojo!
Amuleto e/ou número da sorte: Número 2
Filme inesquecível: A Bela e a Fera
Livro imperdível: Sábado à Noite! Ok, brincadeira. Os Sete, do André Vianco.
A música da sua vida: All My Loving, dos Beatles.
Uma lembrança: O começo do McFLY Addiction!
Viagem dos sonhos: Road trip pela Califórnia!
Uma conquista: Meu livro querido lançado nacionalmente por uma editora!
Maior medo: Não ser ninguém na vida.


Sobre o livro:

Amanda é popular na escola e os amigos do seu amigo de infância são considerados os ‘marotos’ do pedaço por desrespeitarem as regras. Tudo ao seu redor acaba desmoronando quando um amor mal resolvido volta à tona e a sua amizade é posta em prova. Se não bastasse, seu diretor resolve dar bailes aos sábados e uma misteriosa banda mascarada foi convocada pra tocar. Mas suas letras dizem tanto sobre ela… quem serão esses mascarados de Sábado à Noite? - Skoob.













Sobre a colunista: 

Tullia Maria Erseni, tem 16 anos, cursa o 3º ano do Ensino Médio e mora no interior da Bahia. É bem capricorniana e uma das suas maiores paixões são os livros!

15 comentários:

Mariana Ribeiro disse...

Olá, Rapha!!
Adorei mesmo a entrevista e torço muito para que a Babi continue tendo ainda mais sucesso, pois ela merece.
Estou louca para ler SAN e admiro muito o trabalho dela e o esforço que teve de alcançar tamanha popularidade na blogosfera. Ela inspira todos nós blogueiros e a admiro muito.
Bjos.

Mariana Ribeiro
Confissões Literárias.

Nica disse...

AMEI!!! Nossa, eu já gostava da hostoria de SAN mas, saber como ela começou, perceber nas palavras da Babi o amor pelo que faz e a dedicação que teve e tem com a obra e seus fãs, me deixou ainda mais encantada!!!
Se antes eu já queria SAN, agora eu quero muitoooo mais!!
Excelente entrevista! Parabéns meninas!!!
Um grande beijo,
Nica

Sergio Carmach disse...

É sempre gratificante ver jovens talentos surgindo na literatura, independentemente do estilo que sigam. Realmente, é difícil divulgar um livro sem uma estrutura por trás. Os autores independentes têm mesmo que botar a mão na massa. Parabéns, Babi, pelo trabalho. E parabéns, Rapha, por nos trazer essa entrevista tão bacana.
Bjs.

NATY disse...

Adorei a entrevista!

Sou louca para ler SAN, todo mundo fala muito bem do lviro. Tenho vistoos vídeos que foram postados do book trailer e não vejo a hora de poder vê-lo, parece que vai ficar muito bom (:

É tão legal saber que ela escrevia fanfics antes de postar o livro, acho isso incrível.

Beijão;*
Naty.

Babi Dewet disse...

Rapha, sua linda, obrigada por postar a entrevista! Obrigada pelo espaço aqui no blog, me sinto especial <3

Mireliinha disse...

Adorei a entrevista! *-*
A Babi é muuuito fofa e simpática! :D
Parabéns ao blog pelo incentivo! \o/

:*
Mi
Inteiramente Diva

Renata Leite disse...

Oi ^^
Adoro entrevistar, pois nós ficamos por dentro da vida dos autores!
O livro da autora parece ser super legal! Já vi em algum blog, não me lembro qual, e fiquei com vontade de ler!
Adorei!

Beijos.

Camila Costa disse...

ameei, ela é muito simpática e achei mega legal essa coisa das fanfics e tudo mais *---*

Beijooos!
CC
http://blogcabelosaovento.blogspot.com/

Tullia Maria disse...

Que bom que gostou!!
A Babi é uma fofa mesmo!!
Beijoo!

Tullia Maria disse...

Verdade! Também gosto!! A história é muito bem comentada! Aproveita a nova edição e lê!
Beijoo!

Tullia Maria disse...

Obrigada!!
Muito fofa mesmo!!

Tullia Maria disse...

A Babi gostou! ^^
Obrigada pela entrevista, Flor!!
E você é especial!
Beijão!

Tullia Maria disse...

Obrigada! ^^
SAN é suuper bem comentado!
E os vídeos deixam a gente naquela curiosidade, né??
Siim! Todo mundo pode começar com fanfics!!
Beijoo!

Tullia Maria disse...

Essa sensação é ótima, né, Nica??
Obrigada!
Beijão!!

Janna disse...

Oiii adorei a entrevista, ainda não li o livro da Babi, mas quero muito poder ler...ela é uma fofa...
BjOs!!!

@jannagranado
http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

Postar um comentário

Olá, muito obrigada pela visita!
Aproveite e deixe sua opinião a respeito do post, vou adorar! ;)

Para que eu possa responder seu comentário, deixe seu twitter, facebook, e-mail, ou qualquer outra forma de contato rsrs :D

Beijos e volte sempre :*