Autora do Mês: Nora Roberts (Parte 01)

12 comentário(s)
Antigo Especial do Mês, esta coluna é uma singela homenagem a nossos amados escritores, com uma breve biografia e curiosidades, vocês poderão conhecer um pouco mais sobre cada homenageado do mês.
Olá galera que segue o Doce Encanto. Meu nome é Elimar, tenho 32 anos, sou Historiadora e professora de História das redes pública e particular do estado do Rio de Janeiro. Comecei a ler bem cedo graças a minha mãe que me alfabetizou, e ao meu pai, que financiou a compra dos meus primeiros livros.

Pensei em vários nomes para o primeito "Autor do Mês" do ano. O Doce Encanto é um blog jovem, com um público igualmente jovem, que procura novidades e indicações para as suas próximas leituras. Foi aí que pensei: porque não apresentar uma escritora veterana, que continua na lista de bestsellers pelo mundo a fora, conquistando a cada dia mais e mais leitores com estórias cheia de suspense, romance e paixão. Para alguns, sem nome é sinônimo de sucesso. Para outros, uma charlatã como um molde que faz dinheiro junto aos leitores menos esclarecidos. Para mim, ela é Diva. Estou falando de Nora Roberts, pseudônimo de Eleonor Marie Robertson

Nascida em 10 de outubro de 1950, Nora escreveu seu primeiro livro em 1979, após uma nevasca deixá-la presa em casa com seus dois filhos pequenos. Ela ainda não sabia, mas nascia naquele momento uma carreira próspera como escritora mundialmente conhecida.


Em 1981, a Silhouette publicou seu primeiro romance, Irish Thoroughbred, e foi no nicho “romance” que ela se consagrou mundialmente, sendo considerada um fenômeno editorial. Em 1999, conquistou um feito de poucos escritores: teve 14 livros figurando na lista dos Bestsellers do New York Times. Com mais de 160 livros publicados, Nora já vendeu 100 milhões de exemplares no mundo todo, sendo traduzida para mais de 25 línguas.

Uma das características que fazem seus livros serem inesquecíveis para as fãs é a maneira com a qual Nora trata da criação de seus protagonistas:

A personagem feminina foge do estereótipo “moçinha ingênua, virgem e atrapalhada, que procura um homem forte e seguro de si que possa tomar conta dela”. Pode parecer estranho, mas esse era o modelo de casal que os romances tinham até bem pouco tempo. Nora constrói personagens femininas fortes e seguras de si, que aceitam um homem em suas vidas para partilhar os bons e os maus momentos. É claro que o conto-de-fadas está presente em suas obras, mas não é nada absurdo, que não possa de fato acontecer. Ela trata de questões difíceis em alguns de seus livros, mas sempre com bastante tato: violência doméstica, traumas de infância, relacionamentos conturbados entre pais e filhos... Ao contrário do que se pode imaginar, Nora não dá um “final feliz” para todas as suas estórias. Na Trilogia da Fraternidade ela estende um problema entre mãe e filhas ao longo das três tramas, e percebe-se que as coisas não ficaram perfeitas (já que elas não o são na vida real), mas ela deu uma saída crível para o ocorrido, nos mostrando que seus livros podem sim falar de coisas do cotidiano sem se tornarem enfadonhas. 

Seus personagens masculinos são um caso a parte: como passou grande parte de sua vida rodeada de homens (Nora é a única menina em meio a quatro irmãos mais velhos), ela sempre teve bastante material para consultar. Seus protagonistas são homens fortes (em todos os sentidos), viris (graças a Deus) e apaixonantes. Raro é o livro que você termina sem estar completamente envolvida com seus mocinhos. Com personalidades marcantes, os “homens de Nora” conseguem tirar uma freira do eixo. 

A quantidade de livros lançados por Nora é imensa, como já citei anteriormente, então, os livros escolhidos para esse post são os favoritos dessa que vos escreve:


A trilogia do Coração é uma das favoritas das leitoras. Elas se encantaram tanto que Nora resolveu escrever mais um livro, para dizer o que tinha acontecido com um certo rapazinho do primeiro livro, e que no quarto chega abalando. Um dos raros casos de uma “Trilogia de quatro livros”.



Outra trilogia maravilhosa. Uma mistura de magia e romance na medida certa. Não há como não se apaixonar por Aidan (protagonista do primeiro livro, o meu favorito dessa trilogia). Cada um mais lindo do que o outro, posso garantir.


Sou suspeita para falar da Trilogia da Fraternidade. Amo! Simples assim. O primeiro e o terceiro são os meus favoritos. Gosto do segundo também, mas o 1° e o 3° têm alguma coisa que não sei explicar. São perfeitos. É nessa trilogia que vemos as filhas tendo um relacionamento conturbado com a mãe, uma mulher arrogante e orgulhosa, que culpa as filhas por todos os seus infortúnios.

 

Suspense romântico de arrepiar. Aqui, Nora estava treinando para escrever uma das séries de maior sucesso do universo literário: a Série Mortal. Nesses livros temos os dois policiais, Ben Paris e Ed Jackson tentando resolver uma onda de assassinatos. Adorei o primeiro, mas me encantei pelo Ed. Não vou nem falar porque sei que só vou parar amanhã se for levantar a gama de qualidades que vejo nesse homem.

Mas o que faz Nora Roberts ser tão especial? Porque seus livros estão sempre figurando na lista dos mais vendidos, se são tão repetitivos (palavras dos críticos)? 

O conto de fadas ainda encanta meninas e mulheres. Ainda sonhamos com o príncipe encanto. Os “príncipes de Nora” nos são apresentados de várias maneiras: Em uma ocasião ele é um construtor atrapalhado e apaixonado a mais de sete anos sem nem ao menos saber o nome do objeto de sua paixão. Em outra, ele é um desenhista de estórias em quadrinhos que se apaixona perdidamente pela nova vizinha empreiteira. Vários serão os livros de Nora com homens apaixonantes. Aliás, difícil será achar um protagonista que não nos deixe com as pernas trêmulas. Os livros de Nora são um sucesso porque ela conseguiu nos conquistar. Suas fãs são mulheres inteligentes, bem resolvidas e com bom gosto, que procuram nos romances de Nora uma bela estória de amor. Qual o problema? Ano após ano comédias românticas hollywoodianas ganham milhões dos espectadores e não ganham tantas críticas quanto os romances de Nora. De onde vêm tantas críticas? Sinceramente, para quem é fã da Nora isso não importa. O que nos motiva é sonhar através de suas estórias, esperando sempre com muita ansiedade, as próximas estórias que nos farão chorar e sorrir, na medida certa. 

Mais alguma fã desta diva por aí que compartilha da mesma opinião?!

♥ 

Confira a continuação do Autora do Mês: Autora do Mês (Parte 02): Adaptações Cinematográficas

Se vocês quiserem mais informações sobre Nora Roberts, consultem:

Nora Roberts Brasil (http://noraroberts.com.br/). Fiquem sabendo de curiosidades, lançamentos e novidades sobre essa escritora que amamos. A responsável pelo site é a Rosana que mantém sempre o site em dia, inclusive sobre a Série Mortal, ao qual ela escreve sob o pseudônimo de J. D. Robb.

Série Mortal (http://www.seriemortal.com.br/). Esse é mantido pela própria editora Bertrand, e nos mantém informados sobre os próximos lançamentos dessa série imperdível. 

Elimar é professora, historiadora e leitora, não necessariamente nesta mesma ordem. Apóia incondicionalmente a literatura nacional, e acredita no poder libertador e salvador dos livros. É responsável pelo blog literário Alquimia dos Romances e vive metendo o bedelho nas resenhas que a Rapha e a Tullia fazem.

12 comentários:

Lú Miranda disse...

Essa autora já escreveu quanto livros? 100? 500? rsrs

Já vi tantos dela e nunca comprei nenhum, está na hora de fazer isso.

clicandolivros.blogspot.com

Srt . Vasconcelos disse...

Nunca li nada dela, mas sou louca pra ler *-* esse ano ainda !

Livroterapias disse...

Nunca li nenhum dos livros dela!
Adorei o post, pude conhecer mais dela!
Beijos
Rizia - Livroterapias
http://livroterapias.blogspot.com.br

Gladys Sena disse...

A Nora é uma máquina de escrever, ;)

EntreFatos ELivros disse...

Nossa, eu sou uma vergonha. Munca li nada de Nora Roberts, apesar das recomendações. Eu cheguei a iniciar a leitura de "Segunda Natureza", mas ainda não terminei. Vou colocar como meta conhecer o trabalho da autora em 2013.

BjoO
Pri
Entre Fatos e Livros

Sofia disse...

Oi Elimar! Nossa, quantos livros a Nora tem publicado! Realmente percebo as várias críticas que ela recebe!

Beijos

Gabi Lopes disse...

Oi Elimar, ótimo post.
Eu sou uma fãn da autora desde a adolescencia. Para mim a melhor Trilogia dela é a Trilogia do Sonho, a melhor série é a do Clã dos Mac Gregor, totalmente imperdivel e o livro individual é Três DEstinos, que leio pelo menos 1 vez por ano.

Não existe um dos mocinhos dela que não seja apaixonante.
DEpois passa no blog, para comentar os livros dela que já resenhei.

Abraços e sucesso aqui no Doce Encanto

Gabi Lopes
sonhosaventuras.blogspot.com

Rodolfo Euflauzino disse...

Muitas vezes me sinto um ET em meio a certos autores. No que diz respeito a Nora Roberts não sou desse planeta. Nunca li nada dela, tenho um livro esperando que se complete a saga (A cruz de Morrigan) para ser lido. Então quando me deparo com curiosidades sobre um autor nunca lido, me delicio. Valeu Elimar, prometo acelerar o processo de leitura desta autora.

Julia G disse...

Oi Meninas, eu só li poucos livros da Nora, mas gostei do estilo de escrita da autora. Preciso conhecer essas séries dela que são tão bem faladas.
Parabéns pelo post.

Beijos

Hannah Monise disse...

Eu nunca li sequer um livro dessa autora, mas sou louca para lê-los. E, principalmente, essa série Mortal, que tem muito a minha cara e eu amo livros de assassinatos, haha.
Adorei o seu post! Bem construído e informativo.

Beijos,
Hannah - Secrets of Book.

Adriana Balreira disse...

Eu nunca li nada dela! Acreditas??? E fiquei encantada com a descrição dos romances dela que vc citou. Agora quero ler a Nora logo, logo!!!
Beijos
Adriana

Elimar Machado disse...

Obrigada pelos comentários meninas. Nora escreve tramas onde o amor não é algo montadinho... O amor ideal não existe para ela. É em meio a situações limites que ele surge. Claro, depende muito da fase da Nora que a gente se propor a ler. Como eu sempre digo, eu sou suspeita para falar... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Postar um comentário

Olá, muito obrigada pela visita!
Aproveite e deixe sua opinião a respeito do post, vou adorar! ;)

Para que eu possa responder seu comentário, deixe seu twitter, facebook, e-mail, ou qualquer outra forma de contato rsrs :D

Beijos e volte sempre :*