Domingo Cult | Sonhos de Umas Férias de Verão

4 comentário(s)

Domingo Cult: Resenhas que vão ao ar "quinzenalmente" aos domingos, feitas pela colaboradora @TulliaMaria Obs: Um pouquinhoatrasada desta vez, rsrs :P
Olá, pessoal!!

Primeiro Domingo Cult de 2013!! E para vocês que estão de férias (Pois é, eu não estou!), nada melhor do que um livro ambientado nessa época...

Espero que gostem da minha dica de leitura, pois foi uma bela surpresa que a Rocco (nossa parceira) me proporcionou!

Feliz Ano Novo para todos vocês!!

Não se esqueçam de comentar, ok?

Beijo grande,

Tullia Maria
Sonhos de Umas Férias de Verão, de Gustavo Reiz


“Mas a estrada da vida é longa e, sem dúvida, surpreendente.”



Aparentemente uma história de “curtição” nas férias. Na verdade, um enredo muito mais complexo e romântico, capaz de surpreender. É com essa mudança de percepção sobre a obra, que Gustavo Reiz consegue conduzir com tanta sutileza, que o leitor de “Sonhos de Umas Férias de Verão” deve estar preparado para lidar.

A trama se inicia com uma viagem entre amigos que terminaram o ensino médio. Sem planos bem definidos (para o desespero do mais organizado deles), Marcelo Pitbull, Carlão, Beto e Caio, se dirigem para a Praia dos Sonhos, onde esperam fazer tudo o que tiverem vontade. No entanto, eles não poderiam imaginar que seu passeio começaria tão conturbado: eles, acidentalmente, atropelam Clara, uma moradora local.

Apesar de ninguém sair machucado, os corações de Clara e Pitbull ficam “balançados”. Durante a estada dos garotos na região, eles acabam se esbarrando várias vezes. No entanto, o que Marcelo (e o leitor) não consegue entender é porque a moça insiste em fugir dele. Muito menos porque ela mantém um relacionamento com o filho do prefeito da cidade, um rapaz extremamente violento.

Pouco a pouco os motivos vão sendo esclarecidos e revelam uma realidade que vai muito além da vontade de viver uma história de amor. Dilemas familiares, preocupação com o coletivo, autoritarismo dos governantes e o sofrimentos dos moradores compõem a história da região, que tinha tudo para ser um paraíso.

Narrado em terceira pessoa, mas com o ponto de vista de Marcelo predominante, o livro é recheado de diálogos que garantem agilidade à leitura. São através dessas falas também que o autor consegue garantir o humor, presente, principalmente, nas passagens que envolvem os amigos do protagonista e suas aventuras.

Essa obra é também um “prato cheio” para as pessoas que, assim como eu, se emocionam facilmente. A difícil história de amor de Marcelo e Clara, as limitações do vilarejo, a extrema pobreza e a lenda que ronda a região são alguns dos elementos capazes de arrancar lágrimas durante parte da trama. E além do choro, ela nos faz refletir sobre diversas questões do nosso dia-a-dia que, muitas vezes, deixamos de lado.

Os pontos altos do livro ficam por conta da participação ativa das personagens secundárias e da capacidade do autor de criar um “suspense”, despertando a curiosidade do leitor e apresentando reviravoltas a todo o momento. É simplesmente impossível adivinhar que rumo as coisas vão tomar e quais as aventuras que esperam as nossas queridas (e odiadas) figuras.

Sonhos de Umas Férias de Verão” é bastante indicado para aqueles que procuram uma leitura rápida e deliciosa, capaz de mexer com as emoções. O grande perigo é se envolver demais com a trama e não conseguir largar o livro até conhecer o final dessa viagem.


Tullia Maria Erseni, 16 anos, cursa o 3º ano do Ensino Médio. Mora no interior da Bahia. É bem capricorniana e uma das suas maiores paixões são os livros!

4 comentários:

Hannah Monise disse...

Adorei a resenha, Tullia!
Eu tinha ouvido falar bem brevemente sobre esse livro, mas não sabia exatamente do que se tratava.
E eu adoro um romance com suspense... hahahaha

Beijos,
Hannah - Secrets of Book.

Paloma disse...

Que legal, adoro livros com essa intertextualidade, tipo o título que nos faz lembrar de Sonho de Uma Noite de Verão. Hoje há muita literatura inspirada nos clássicos, que fazem alusão à eles, tomara que isso desperte o prazer dos jovens em ler livros clássicos.

Bye da Pah
www.livrosestrelas.blogspot.com.br

Natália Alves disse...

Não conhecia o livro, mas parece ser uma leitura bem leve de acompanhar. Adorei a dica!

Beijo:*
Naty.

Thais Priscilla disse...

Nossa, parece muito fazer meu estilo.
Adoro livros emocionantes e que me prendam.
Adorei a dica!

Beijinhos,
Thais Priscilla
http://thaypriscilla.blogspot.com

Postar um comentário

Olá, muito obrigada pela visita!
Aproveite e deixe sua opinião a respeito do post, vou adorar! ;)

Para que eu possa responder seu comentário, deixe seu twitter, facebook, e-mail, ou qualquer outra forma de contato rsrs :D

Beijos e volte sempre :*