[Para refletir] A Boca de Deus

13 comentário(s)
Esse texto esta há meses nos rascunhos do blog para ser postado, mas eu sempre acabava deixando para postá-lo depois, talvez ainda fosse a hora...

Depois que fiquei sabendo da tragédia de Santa Maria (fiquei sabendo ontem a noite), não consegui pensar em nada (e nem me animar) para postar hoje no blog, foi aí que me lembrei do texto e acho que chegou a hora de compartilhá-lo com vocês.

A Boca de Deus,
escrito por Pablo Stolze

"Imagine que para cada súplica que fizéssemos ao Alto, Deus se materializasse em forma de um anjo, e com cada um de nós conversasse, apresentando a solução dos nossos problemas. Isso não é impossível de acontecer. Há homens santos, que diante do seu alto grau de evolução espiritual, conseguem, sim, conversar pessoalmente com Deus.


Todavia, a Sabedoria Divina é infinita.

Afinal, se qualquer um de nós, diante de cada problema surgido, pudesse, pessoalmente, recorrer a Ele para obtermos uma resposta concreta, fisicamente comprovada, para as nossas aflições, a nossa vida perderia sentido.

Viveríamos mais em função da resposta astral do que da real compreensão daquilo que nos aflige. Perderíamos o mérito da busca da solução e o crescimento que deriva de todo o sofrimento purificador da nossa luta. As nossas frontes suplicantes ficariam incessantemente voltadas para cima, para o Alto, esperando o divino anjo portador da resposta esperada, e deixaríamos de enfrentar aquilo que nos atormenta, esquecendo, até mesmo, da mão amiga do próximo que nos apoia.

Não faz muito, vi uma das minhas filhas tentando desesperadamente engatinhar para pegar um brinquedo que estava a poucos centímetros de si. Minha reação foi imediata. Correr, pegar o brinquedo e entregar-lhe. Mas não o fiz. Pois, se assim o fizesse, o mérito não seria dela. Seria meu. E, em uma próxima vez, ela ainda não andaria, esperaria prostrada, suplicante, a mão do seu pai afastar de si o seu problema. Eu, então, mesmo com o coração apertado, confesso, fiquei murmurando incentivos em seu ouvidinho, e, em poucos segundos, com esforço, ela chegou, sozinha, ao brinquedinho e sorriu.

Deus, certamente, também faz assim. Para o mérito da conquista ser nosso, o sofrimento santificador é o peso da nossa espada.

Não imaginemos, todavia, que, diante das nossas súplicas, Deus permaneça indiferente. A Boca de Deus fala de muitas maneiras. Se o anjo não se materializa, não quer dizer que Deus não ouça e não fale. O Pai fala, por meio de muitas bocas.

Nunca esqueço um fato verídico ocorrido com uma pessoa próxima. Suplicou a Deus durante noites a resposta a um problema. Orou fervorosamente. Talvez haja esperado a chegada de um anjo com uma pronta resposta. Mas ele não lhe apareceu. Um dia, pouco tempo depois, já tendo se desapegado do problema, esperando vez na fila de um telefone público, ouviu parte da conversa do usuário que estava à sua frente. Ficou chocada, em profunda gratidão beatífica. Acabara de ouvir a resposta que esperava, por meio de um estranho, que conversava descontraidamente pelo telefone.

Era a boca de Deus, que fala de muitas maneiras. Por uma voz na multidão, uma frase escrita em uma carta ou no fundo de um veículo, e, principalmente, por meio da nossa intuição.

Porque Deus tudo vê e nunca nos desampara. Nunca duvide."

~ ~

Que Deus console e ampare todas essas famílias.

13 comentários:

Srt . Vasconcelos disse...

Deus é assim: não dá pra se intrometer nos erros humanos, e é por isso que coisas ruins acontecem. Mas ele faz coisas ruins se tornarem coisas boas.

Julia G disse...

Oi Rapha, realmente o texto é maravilhoso, e talvez não coubesse em momento mais oportuno. Sou daquelas que acreditam que tudo tem sua hora, e por mais que doa dizer isso, talvez fosse o momento de cada um. Temos que rezar por cada um deles depois dessa tragédia, e pedir acalento.

Beijos

Gabi Lopes disse...

Oi Rapha,
ontem eu também fiquei assim, meio prostada, triste orando e implorando à Deus consolo à todas essas famílias, amigos, professores, enfim À toda a cidade.

O texto é lindo, mas confesso que em momentos assim é difícil continuar firme na fé.

Bjinhos flor, que Deus te abençoe e te guarde.

GABIS

Lú Miranda disse...

Flor, que lindo. Olha, eu fiquei muito chocada com essa tragédia, sinceramente. Moro no norte do Brasil e ainda assim parece que aconteceu com meus amigos. E muito bom vim passar no seu blog e ver que vc teve esse cuidado de se preocupar com o próximo, mesmo que sejam apenas palavras reconfortantes.



clicandolivros.blogspot.com

Jessica Mendes disse...

Rapha que texto incrivel O.O. Ainda não acredito que você o guardou por tanto tempo. De fato, Deus sempre nos dá a resposta e o conforto necessário. Quanto à tragédia, foi lamentável =/
Eu fiquei sem ação quando vi as fotos. Que Deus cuide das famílias e das almas dos que se foram.
http://www.valeu-a-pena-esperar.com/

Bruna Oliveira disse...

Realmente é muito triste, imagine a dor! O momento é muito difícil, espero que Deus conforte cada perda!!!
Seguindo aqui e amando
Bjo

minhamaniaa.blogspot.com.br

Hannah Monise disse...

Nossa, Rapha... Que texto lindo! Bem ideal para o momento mesmo.
Faz a gente refletir.
Amei essa postagem diferente!
Que o Senhor seja o consolo dos corações que sofrem em Santa Maria.

Beijos,
Hannah - Secrets of Book.

Thais Priscilla disse...

Rapha, adorei o texto.
É incrivel!
Estou sem palavras.

Beijinhos,
Thais P.
http://thaypriscilla.blogspot.com

£ädÿ disse...

que texto lindo, Rapha! eu nem consigo pensar na tragédia desse fim de semana sem ter vontade de chorar. a fé mantém a gente seguindo, e nunca vou deixar de acreditar, mas às vezes coisas horríveis como o que aconteceu em Santa Maria fazem com que a gente se pergunte onde está Deus nessas horas. esqueceu que nada acontece por acaso, e que é na dor que Ele se manifesta de maneira mais presente.
Que Deus ilumine a todos nós :)
beijão!

http://nossosromancesadolescentes.blogspot.com.br/

fotografandosonhos disse...

Lindo, lindo texto.
"Deus, certamente, também faz assim. Para o mérito da conquista ser nosso, o sofrimento santificador é o peso da nossa espada."

Triste, né? Acho que posso dizer que foi uma das notícias mais tristes para o Brasil como um todo, e até para o mundo. Me parte o coração pensar em tanta gente morrendo, tantos jovens, tanta gente com uma infinidade de sonhos pela frente. :'(
Mas é como o texto diz: Deus sabe o que faz.
E eu acredito nEle, acredito nisso.
Talvez a gente não entenda, mas "Deus tudo vê e nunca nos desampara". Resta esperar pra que ele console o coração de todas as pessoas que, hoje, sofrem por suas perdas.

Alice Aguiar disse...

o texto é muito bom

Carmem Country disse...

Adorei seu blog, muito fofo e inteligente,post ótimo.Beijinhos

http://filhasdequatropatas.blogspot.com.br/

Paloma disse...

Oi Raphinha... texto belíssimo esse.Se toda vez que suplicarmos aos céus e um anjo se materializar ao nosso lado com a resposta, como iriamos praticar o exercício da fé? Deus é amor e bondade, mas também prova nosso amor a Ele, através dessa "demora" em nos responder.
Beijinhos e obrigada por sua presença lá no meu bloguinho.

Bye da Pah
Livros Estrelas

Postar um comentário

Olá, muito obrigada pela visita!
Aproveite e deixe sua opinião a respeito do post, vou adorar! ;)

Para que eu possa responder seu comentário, deixe seu twitter, facebook, e-mail, ou qualquer outra forma de contato rsrs :D

Beijos e volte sempre :*